Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Grêmio sofre virada e perde para o Caxias por 5 a 3 na Arena

Comandados de Cesar Bueno abriram 3 a 1, mas não resistiram e amargaram derrota em casa.

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

O time do grupo de transição do Grêmio perdeu para o Caxias, por 5 a 3, na Arena, na tarde deste sábado. Os comandados de Cesar Bueno chegaram a estar vencendo por 3 a 1, mas não repetiram na segunda etapa o desempenho do primeiro tempo e viram a equipe da Serra virar a partida.

Com o resultado, o time do técnico Luiz Carlos Winck segue na primeira colocação, com seis pontos e 100% de aproveitamento. Já o Tricolor permanece com um ponto e ocupa, neste momento, a sétima colocação.

Na próxima quarta-feira, o Grêmio vai a Santa Cruz do Sul enfrentar o Avenida, no estádio dos Eucaliptos, às 19h30min. No mesmo dia, o Caxias recebe o Inter, no Centenário, às 21h45min.

Grêmio marca três em menos de 30 minutos, mas sofre dois

O Grêmio iniciou pressionando e, logo a 5 minutos, Madson avançou pela lateral direita e cruzou rasteiro, Lima deu um corta-luz, Jean Pyerre chutou rasteiro e Gledson espalmou para o lado direito. Isaque, bem colocado, chutou para o fundo das redes. Mas mal deu para comemorar. Após o reinício de jogo, dois minutos depois, Cleiton cobrou falta próxima à lateral esquerda no primeiro poste, Nicolas desviou de cabeça no canto direito de Grassi e deixou tudo igual.

Após o gol, o Grêmio voltou a pressionar, mas tinha dificuldades para furar o bloqueio defensivo do clube da Serra. Entretanto, cinco minutos depois da parada para hidratação, aos 26, Madson passou para Isaque que avançou e cruzou para Lima. O jogador do Grêmio errou na bola, mas ela sobrou para Matheus Henrique, que chutou sem chances para Gledson.

Dois minutos depois, Pepê foi lançado por Isaque, pela direita de ataque, nas costas da defesa do Caxias. Sem marcador, ele avançou e passou Jean Pyerre, no meio da área, concluir para o fundo das redes: Grêmio, 3 a 1. Aos 30, alguns torcedores passaram a gritar “olé” quando o time gremista trocava passes.

Mesmo com a vantagem no placar, a equipe de Cesar Bueno não abdicou de atacar e seguia criando jogadas ofensivas. Já o Caxias tentava superar a marcação do Tricolor, só que também não conseguia criar lances de perigo. A situação mudou aos 37, após escanteio da direita de ataque. Diego Miranda lançou e Nicolas apareceu livre no primeiro poste, cabeceou e a bola passou rente ao poste direito de Grassi.

O Caxias voltou a levar perigo no minuto final do tempo regulamentar. Rafael Gava tabelou com Nicolas, recebeu de volta e bateu. Grassi saltou e conseguiu desviar pela linha de fundo. Aos 48, em nova falha de marcação da bola área, novo gol do Caxias. Após cruzamento da esquerda de ataque, a bola cruzou a área e, no segundo poste, Laércio cabeceou no lado contrário, sem chances para Grassi e descontando ainda no primeiro tempo.

Caxias domina e vira o jogo

O Grêmio iniciou a etapa final pressionando o adversário. Pepê por pouco não ampliou. Aos 35 segundos, o jovem tabelou com Madson, driblou dois adversários e, próximo à linha da grande área, bateu, mas o chute saiu rasteiro e fraco para fácil defesa de Gledson.

O Caxias aproveitou, então. Aos nove, Cleiton cruzou da direita de ataque, Madson se colocou na frente de um adversário e cabeceou a bola. Segundo o árbitro Vinícius Amaral, a bola bateu no braço do lateral: pênalti. João Paulo bateu a meia altura no lado esquerdo e empatou outra vez.

Quatro minutos após o gol de empate, Cesar Bueno retirou o atacante Isaque, que foi recuado para o avanço de Lima e não repetiu a atuação do primeiro tempo, e colocou o estreante Alisson. O segundo lance de perigo do Tricolor ocorreu aos 21 minutos. Guilherme Guedes cruzou da direita e Lima cabeceou com perigo próximo ao travessão do Caxias.

Em seguida, o clube da Serra virou o placar. Após escanteio da direita de ataque, Laércio desviou com a perna direita em direção ao gol, Grassi saltou e segurou a bola. Porém, o árbitro Vinícius Amaral atendeu a marcação do árbitro que fica atrás da meta apontando que o goleiro do Tricolor estava dentro da meta e confirmou o gol da virada do Caxias, 4 a 3.

Após o gol, Bueno retirou Balbino e Pepê para as entradas de Tilica e Patrick. Atrás no placar, o Tricolor passou a ter maior presença no campo ofensivo, mas sem conseguir furar o bloqueio do time de Caxias, que se recolheu para contra-atacar.

E mesmo na estratégia defensiva, o time da Serra chegou lá de novo. Aos 49, Ruan errou um passe dentro da área, Rafael Gava roubou a bola e passou para Daniel Cruz chutar e dar números finais ao placar: Grêmio 3 x 5 Caxias.

Gauchão 2017 – 2ª rodada

Grêmio 3

Bruno Grassi; Madson, Ruan, Mendonça e Guedes; Balbino (Patrick), Matheus Henrique, Jean Pyerre e Isaque (Alisson) e Pepê (Tilica); Lima. Técnico: Cesar Bueno.

Caxias 5

Gledson; Cleiton, Júnior Alves, Laércio e Régis; Julinho, Rafael Gava, Túlio Renan (Carlos André) e João Paulo (Geninho); Diego Miranda e Nicolas (Daniel Cruz). Técnico: Luiz Carlos Winck.

Gols: Isaque (5min/1ºT), Matheus Henrique (26min/1ºT) e Jean Pyerre (28min/1ºT) e Nicolas (7min/1ºT), Laércio (48min/1ºT e 23min/2ºT), João Paulo (10min/2ºT) e Daniel Cruz (49min/2ºT)

Cartões amarelos: Carlos André, Nicolas e Diego Miranda (Caxias) e Alisson (Grêmio)

Cartões vermelhos: Carlos André (2º amarelo)

Público total: 6.172

Renda: R$ 181.336

Árbitro: Vinícius Amaral.

Local: Arena

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Indivíduos conseguiram fugir para uma mata, e depois não foram mais localizados

Projeto enviado pelo governo Sartori a pedido de Eduardo Leite recebeu 40 votos favoráveis e 10 contrários

Marcas seguem mais amenas em muitos lugares, com máximas de 30°C

Corpo estava próximo ao Rancho Bonanza