Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Grêmio dá show, goleia o Cerro Porteño e assume liderança do grupo

Tricolor aplicou 5 a 0 em noite de festa na Arena.

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

O Grêmio deu um verdadeiro show para sua torcida nesta terça-feira. Com um futebol de altíssima qualidade, o Tricolor passou por cima do Cerro Porteño, aplicou 5 a 0 e assumiu a liderança do Grupo 1 da Libertadores da América. Everton, duas vezes, Ramiro, Jael e Cícero marcaram os gols gremistas.

Com a vitória, o Tricolor foi a oito pontos e pode garantir a classificação às oitavas de final da Libertadores na próxima rodada. Para isso, basta uma vitória sobre o Monagas, no dia 15 de maio, na Venezuela.

O próximo compromisso do Grêmio é pelo Campeonato Brasileiro. No domingo, às 19h, o Tricolor recebe o Santos na Arena.

O jogo

A partida entre Grêmio e Cerro Porteño começou nervosa na Arena. O time paraguaio repetiu a forte marcação do jogo em Assunção e abusou de faltas mais duras para tentar parar o Tricolor. Por conta disso, Palau e Marcos Cáceres levaram cartões antes dos 15 minutos.

Mesmo com uma postura defensiva, foi do Cerro a primeira chance de gol da partida. Logo aos dois minutos, Rodrigo Rojas bateu falta da intermediária, a bola passou por todo mundo e tinha a direção do ângulo quando Marcelo Grohe deu um tapa para evitar o gol. A resposta gremista veio em seguida em jogada de Luan, que cruzou para Everton. O camisa 11 chutou de primeira, mas a bola desviou no caminho e saiu pela linha de fundo.

O jogo seguiu com o Cerro marcando forte e também abusando da cera para tentar segurar o resultado, o que começou a irritar a torcida gremista. Essa estratégia paraguaia funcionou na primeira metade da etapa inicial, mas depois o Grêmio conseguiu superar a marcação e foi letal.

Aos 27 minutos, Jael fez o papel de pivô e serviu Everton, que entrou em diagonal e chutou forte no canto sem chances para Antony Silva: 1 a 0. A torcida do Grêmio ainda comemorava quando veio o segundo. Aos 30, Cortez foi à linha de fundo e deu um belo cruzamento. O pequeno Ramiro ganhou de dois defensores paraguaios e cabeceou forte para ampliar o placar: 2 a 0.

Os gols fizeram o Cerro sair mais para o jogo. Aí foi o Tricolor que passou a administrar o tempo. Mas em vez de cera, o time gaúcho apostou no toque de bola para controlar a partida. Os paraguaios conseguiram finalizar apenas mais uma vez antes do intervalo com Palau, mas o chute saiu sem direção e a bola se perdeu pela linha de fundo.

Goleada no segundo tempo

Se no primeiro tempo o Grêmio fez dois gols no intervalo de três minutos, na etapa final o Tricolor precisou de apenas quatro para já marcar o terceiro. Após Luan errar o passe que deixaria Jael na cara de Anthony Silva, a bola foi desviada para escanteio por Cáceres. Na cobrança do tiro de canto, Geromel deu o toque no primeiro pau e Jael, de carrinho, empurrou para o fundo das redes: 3 a 0. O terceiro gol resolveu de vez o jogo. O Grêmio mostrou ter o controle absoluto. Aos 8 minutos, a torcida começou a gritar olé após um longa troca de passes. Aos 15, após colocar o meio-campo paraguaio na roda em uma sequência de toques entre Arthur, Maicon e Ramiro, o camisa 17 cruzou para Jael, que cabeceou para fora.

O lance foi o último do atacante, que saiu ovacionado aos 22 para a entrada de Thonny Anderson. Logo em seguida, o Grêmio fez mais um gol. Aos 26. Luan arrancou em velocidade pelo meio e deu um belo passe para Everton, que bateu no canto oposto de Silva para aumentar a goleada: 4 a 0.

Renato aproveitou o placar para fazer mais mudanças. Cícero e Alisson entraram nos lugares de Maicon e Ramiro, que ganharam descanso. E foi justamente Cícero quem marcou o quinto. Em mais um escanteio batido por Luan, o meio-campista cabeceou para decretar o placar final da partida: 5 a 0.

Libertadores – Fase de grupos

Grêmio  (5)

Marcelo Grohe; Léo Moura, Geromel, Kannemann e Cortez; Arthur, Maicon (Cícero), Ramiro (Alisson), Luan e Everton; Jael (Thonny Anderson).

Técnico: Renato Portaluppi.

Cerro Porteño  (0)

Antony Silva; Raúl Cáceres, Marcos Cáceres, Juan Escobar e Santiago Arzamendia; Jorge Rojas, Rodrigo Rojas, Marcelo Palau (Acosta), Willian Candia e Hernán Novick (Nelson Valdez); Diego Churín.

Técnico: Luis Zubeldia.

Gols: Everton (2), Ramiro, Jael, Cícero

Cartões amarelos: Palau, Marcos Cáceres

Arbitragem: Patricio Loustau, auxiliado por Ezequiel Brailovsky e Maximiliano Del Yesso (Trio argentino)

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS).

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Pneus foram queimados durante a madrugada desta segunda-feira em alguns pontos

Com o último reajuste, preço do produto passará de R$ 2,3488 a R$ 2,3716

Tricolor chegou aos nove pontos e ficou distante dos primeiros colocados.

No próximo domingo, dia 27, acontecem os jogos de volta.