Giro do Vale / Estado / Geral

Temporal derruba árvores e destelha casas no interior do RS

Ao menos quatro regiões do Estado estão em alerta nesta terça-feira

Foto: Defesa Civil de Bento Gonçalves / Divulgação

A chuva e o vento causam transtornos em pelo menos quatro regiões do Rio Grande do Sul na manhã desta terça-feira, dia 12. O temporal destelhou casas e derrubou árvores e postes em diversas cidades. Há, ao menos, 112 mil sem energia elétrica e ainda não há previsão para o restabelecimento do serviço.

No Noroeste do Estado, a chuva veio acompanhada de granizo e danificou diversas casas em Sarandi na noite de ontem. Ainda não há informações sobre a quantidade de residências atingidas e nem sobre a distribuição de lonas realizada pela Defesa Civil.

Já no Vale do Sinos, os ventos de cerca de 80 km/h causaram destelhamentos e quedas de árvore em Estância Velha. Segundo o Corpo de Bombeiros, os bairros mais afetados foram o Centro e o União. O telhado de um depósito de uma empresa na rua Presidente Lucena caiu. Apesar dos estragos, não houve feridos. Na mesma rua, árvores caíram sobre a rede elétrica e carros que estavam estacionados, mas não houve feridos. Além disso, uma árvore tombou na avenida Presidente Vargas próximo a um posto de combustível.

No Vale do Paranhana, uma das cidades mais atingidas foi Igrejinha, onde pelo menos oito residências e três escolas ficaram destelhadas. A cidade registrou ainda queda de árvores e falta de luz, principalmente na região que abrange o Loteamento Parque das Acácias 2. Na tarde de ontem, parte do telhado da fábrica de calçados Piccadilly foi arrancado. De acordo com a Defesa Civil, não há registros de feridos na região.

Na Serra gaúcha, ao menos três cidades sofrem com transtornos. Em Bento Gonçalves, há casas destelhadas e quedas de postes e árvores nos bairros Ouro Verde, Zatt e Santa Helena. Ao menos duas escolas tiveram os telhados danificados: a Estadual Ângelo Chiamolera e a Municipal Infantil Criança Feliz, que suspendeu as aulas nesta terça-feira. Já em Farroupilha, postes caíram e casas ficaram destelhadas. A Defesa Civil ainda contabilizava os estragos causados pelo vento. Ninguém ficou ferido.

Em Caxias do Sul, uma árvore de grande porte caiu na madrugada desta terça-feira entre as ruas Os Dezoito do Forte e Alfredo Chaves, no Centro, bloqueando a via. Os bombeiros já foram acionados e devem fazer a retirada. De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Serrano, São José, Jardim Eldorado, Vila Seca e Vila Lobos estão sem energia elétrica em função de danos causados pelo temporal ainda do domingo.

O reparo já foi solicitado à concessionária de energia, mas ainda não há previsão para o restabelecimento da luz. Por isso, as cinco unidades não estarão ofertando vacinas nesta terça-feira. As doses, que precisam ser mantidas sob refrigeração, precisaram ser recolhidas. A imunização voltará a ser feita normalmente assim que a energia elétrica for restabelecida.

No Litoral Norte, apesar da forte chuva, não há registros de estragos, de acordo com a Defesa Civil.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Indivíduo, que ainda não teve a identidade confirmada, teria sido alvejado por quatro disparos de arma de fogo.

Veículo cortou a frente de ônibus que transportava cerca de 20 pessoas. Pelo menos 11 pessoas ficaram feridas, sendo que quatro permanecem no HBB, em estado regular.

Mulher havia registrado ocorrência de Maria da Penha contra o indivíduo.

Ele foi agredido com socos e teve sua carteira, com documentos e cerca de R$ 1 mil, levada.