Giro do Vale / Geral / Internacional

Ataque a tiros a sinagoga de Pittsburgh deixa 11 mortos e seis feridos

Autor do crime foi detido pela polícia.

Foto: Jeff Swensen / Getty Images North America / AFP

Onze pessoas morreram e seis ficaram feridas quando um homem armado abriu fogo neste sábado em uma sinagoga em Pittsburgh, no nordeste dos Estados Unidos, confirmaram autoridades locais. “Houve 11 mortos no ataque a tiros”, disse o diretor de Segurança Pública de Pittsburgh, Wendell Hissrich, em coletiva de imprensa, acrescentando que não há crianças entre os mortos. “Também houve seis feridos, entre eles quatro policiais”, disse.

O atirador portava um fuzil de assalto e ao menos três pistolas, segundo as autoridades que o identificaram como Robert Bowers, de 46 anos, morador de Pittsburgh, autor de publicações on-line repletas de comentários antissemitas. Ele entrou na sinagoga Árvore da Vida às 14h (11h de Brasília), gritando “Todos os judeus devem morrer”, segundo relato de testemunhas, enquanto atirava nas pessoas que participavam de uma cerimônia comemorativa do nascimento de um menino.

“A cerimônia estava em andamento quando escutei um forte barulho na entrada”, contou um membro da congregação, Stephen Weiss, ao jornal Tribune Review. “Reconheci o som como o de uma arma de fogo”, acrescentou este homem de 60 anos, que fugiu imediatamente do local.

O atirador foi detido e enviado ao hospital, após um enfrentamento com as forças de ordem. Ele será processado, por crime antissemita, entre outros, e pode ser condenado à morte, informou o Departamento de Justiça.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Fato se passou na localidade de Aterrados, entre Paverama e Taquari

Das 156 mil matrículas de educadores no ensino público estadual, 76,5 mil recebem o básico abaixo do piso hoje

Nenhum ocupante do veículo foi localizado nas redondezas

Temperatura pode chegar aos 36°C no território gaúcho