Giro do Vale / País / Política

Bolsonaro pretende tratar da Previdência com Temer, em Brasília

Presidente eleito projetou avançar na aprovação do projeto antes do seu mandato.

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Em sua ida a Brasília na semana que vem para cuidar da transição, o presidente eleito Jair Bolsonaro pretende também tratar da reforma da Previdência com o presidente Michel Temer. “Semana que vem estaremos em Brasília e buscaremos junto ao atual governo, de Michel Temer, aprovar alguma coisa do que está em andamento lá, como a reforma da Previdência, se não o todo, parte do que está sendo proposto, o que evitaria problemas para o futuro governo”, afirmou em entrevista à TV Record.

O coordenador da transição, ministro Eliseu Padilha previu que o novo governo terá um caminho árduo pela frente e entre as dificuldades está a negociação da reforma da Previdência no Congresso. Padilha julga que o período de “lua de mel” entre o novo presidente da República e o Legislativo, que ele estima entre 90 e 120 dias, não será suficiente para aprovar um novo modelo de reforma.

“Vai precisar de mais de 90 dias para fazer. Seria bom aproveitar esses 60 dias para ver até onde se avança”, recomendou. O presidente Michel Temer já se colocou à disposição para dar, até 31 de dezembro, encaminhamento à proposta de reforma já aprovada em comissão especial da Câmara. “Se houver interesse do novo governo em incrementar essa proposta, teremos toda a disposição de ajudar”, reafirmou Padilha. “Primeiramente, precisamos ver se eles querem acelerar”, completou.

 

Correio do Povo

Comentários

  1. anonimo disse:

    não é o que prometeu durante a campanha.ia fazer uma nova previdência.hja se rendeu ao mafioso …

Publicidade

Últimas Notícias

A vítima, de 28 anos, procurou ajuda em um propriedade rural, tendo sido acionado o policiamento.

Colisão frontal entre micro-ônibus e táxi ocorreu no km 6 da RSC 453

Chuva será volumosa na Região Oeste, Noroeste e Centro do Estado

Jacir Potrich sumiu na noite da terça-feira, e câmeras de segurança não flagraram homem deixando sua residência