Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Grêmio só empata com Bahia na Arena e deixa o G-4

Juninho Capixaba e Jael, de pênalti, anotaram os gols do Tricolor.

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

Foi no sufoco, mas o Grêmio conseguiu evitar uma derrota que deixaria a briga pelo título do Brasileirão muito complicada. Na noite deste sábado, na Arena, o time de Renato Portaluppi perdia por 2 a 0 para o Bahia até os 38 do segundo tempo. Juninho Capixaba e Jael, de pênalti deixaram tudo igual para os aplausos da torcida gremista que compareceu ao jogo. Apesar do esforço, o resultado acabou tirando o time do G4.

Agora, o Tricolor tem uma semana para se preparar para o confronto contra o líder Palmeiras, domingo, em São Paulo. O time de Luiz Felipe Scolari tem 56 pontos, venceu nesta tarde o São Paulo por 2 a 0. O Grêmio chegou aos 51 pontos com o empate.

Bahia abre o placar cedo, Grêmio pressiona, mas cria pouco

O Grêmio partiu para o ataque após o apito inicial do paranaense Rodolpho Marques. Porém, foi o Bahia que abriu o placar. Aos três minutos, após cobrança de lateral da esquerda de ataque do Bahia, Nilton cabeceou para trás e a bola foi no segundo poste. Élber avançou em velocidade e cabeceou para o fundo das redes de Marcelo Grohe.

Depois de criar duas boas oportunidades com Alisson, mas com o jogador em impedimento e o lance anulado, o Tricolor por pouco não deixou tudo igual aos 16. Luan cobrou falta pela direita de ataque, e Cícero cabeceou próximo ao poste esquerdo de Douglas, mas para fora.

Aos 24, Luan cobrou falta da esquerda de ataque na área, Geromel desviou e Cícero, de cabeça, empurrou para o fundo das redes. Entretanto, o árbitro Rodolpho Marques anulou o lance atendendo marcação do auxiliar. O Tricolor pressionava e sofria poucos contra-ataques dos baianos. Aos 30, Everton arriscou de fora da área, a bola subiu e passou próximo ao travessão de Douglas.

Bahia responde

Oito minutos depois, Ramires avançou pela esquerda, driblou Léo Gomes, foi à linha de fundo e cruzou. Gregore apareceu de carrinho, na frente de Grohe, e não conseguiu tocar na bola. Aos 43, Everton fez jogada pela esquerda de ataque, adiantou a bola para passar pelo marcador e sentiu o posterior da coxa direita. O jogador imediatamente colocou a mão na perna, mas ficou no gramado. Após cobrança de escanteio, o atacante caiu no centro de campo e acabou deixando a partida para a entrada de Marinho.

No vestiário, o Grêmio teve mais uma baixa: Marcelo Grohe. Aos 20 minutos da primeira etapa, o goleiro cobrou um tiro de meta e sentiu dores musculares. Seguiu no jogo, mas acabou saindo no intervalo para a entrada de Paulo Victor.

Bahia amplia e Grêmio busca o empate na raça

O segundo tempo começou bastante nervoso e com o Grêmio pressionando o Bahia. Aos quatro minutos e aos sete, Luan cobrou falta próximo da grande área, pela esquerda de ataque, e, nas duas, Douglas espalmou. Aos 10, Jackson deu carrinho em Juninho Capixaba, recebeu o segundo amarelo no jogo e acabou expulso.

A primeira oportunidade dos visitantes ocorreu aos 19. Cícero tentou passe de peito para Luan na frente da área do Grêmio, mas o atacante perdeu a passada e a bola ficou com Gregore. O jogador do Bahia ajeitou e bateu, mas a bola saiu fraco e Paulo Victor fez a defesa. Um minuto depois, Élber ampliou. Zé Rafael chutou cruzado da esquerda para a direita, Élber, sem marcação, dentro da área, chutou para o fundo das redes. Marinho, próximo à linha de fundo, dava condições para o jogador do Bahia.

Aos 26, Marinho passou pelo marcador dentro da área e bateu, mas a bola saiu alta sobre a meta de Douglas. Um minuto depois, Renato Portaluppi retirou Maicon e colocou André. Grêmio ficava, então com dois centroavantes em campo. Atrás no placar e atuando em casa, o Tricolor aumentou a pressão, mas seguia errando nas finalizações.

Até que, aos 38, Alisson fez excelente lançamento para Juninho Capixaba, que entrava pela esquerda de ataque. O lateral chutou na saída de Douglas e descontou o placar. No lance seguinte, Marinho partiu para dentro da área, caiu dentro da área e o paranaense Rodolpho Marques marcou o pênalti. Aos 42, Jael cobrou a penalidade no canto direito de Douglas, que saltou para o lado esquerdo: 2 a 2.

Empurrado pelos mais de 31 mil torcedores, o Tricolor lutou até o final atrás da vitória, mas não conseguiu a virada. No último lance do jogo, Paulo Victor evitou o terceiro gol do Bahia em uma cobrança de falta de Zé Rafael. O jogador baiano bateu no ângulo esquerdo e o goleiro gremista espalmou. O próximo confronto é contra o líder Palmeiras, no dia 14, às 16h, em São Paulo.

Campeonato Brasileiro – 28ª rodada

Grêmio 2

Marcelo Grohe (Paulo Victor); Léo Gomes, Geromel, Kannemann, Juninho Capixaba; Maicon (André), Cícero; Alisson, Luan, Everton (Marinho); Jael.

Técnico: Renato Portaluppi.

Bahia 2

Douglas; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Jackson e Léo; Nilton (Elton), Gregore, Zé Rafael e Ramires (Inácio); Élber e Gilberto (Edigar Junio).

Técnico: Enderson Moreira

Gols: Élber (3min/1ºT e 20min/2ºT) e Juninho Capixaba (39min/2ºT) e Juninho Capixaba (39min/2ºT) e Jael (42min/2ºT)

Cartões amarelos: Gilberto, Jackson, Nino Paraíba e Ramires (B) e Juninho Capixaba e Kannemann (G)

Cartões vermelhos: Jackson (B)

Público: 31.516

Renda: R$ 992.980,00

Árbitro: Rodolpho Marques (Fifa/PR)

Auxiliares: Bruno Boschilia (Fifa) e Victor Hugo dos Santos (Ambos do PR)

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS).

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Condutor de 26 anos saiu ileso do acidente

Ao menos 450 pessoas ficaram feridas na série de atentados contra igrejas e hotéis de luxo

A chuva deve se concentrar do Centro para o Norte do Estado

Crime teria ocorrido na frente do filho da vítima, e seu companheiro é o principal suspeito