Giro do Vale / Estado / Política

Assembleia vota 13º do funcionalismo nesta terça-feira

Oito projetos devem entram na pauta dos deputados estaduais, que estão sem deliberar há 60 dias

Foto: Galileu Oldenburg / Assembleia Legislativa / Divulgação

Após dois meses sem votar, os deputados estaduais voltam a deliberar nesta terça-feira (11). Entre os projetos que serão apreciados está o texto que permite o parcelamento do 13º salário do funcionalismo. A renovação das atuais alíquotas do ICMS fica para a próxima terça-feira.

A pauta será definida no final da manhã, durante reunião de líderes partidários. Um acordo prévio entre os parlamentares previu a análise de oito projetos. Os de maior repercussão são justamente o do 13º e uma resolução da Mesa que reorganiza o quadro de servidores para atender as cinco novas bancadas que terão assento na Casa na próxima legislatura.

Enviado pelo Palácio Piratini no início de novembro, o projeto do 13º autoriza o parcelamento e garante indenização de 1,5% sobre cada parcela. “Esta é uma medida excepcional diante das circunstâncias econômico-financeiras do Poder Executivo, e tem como intuito evitar prejuízos aos servidores públicos estaduais e, consequentemente, ao próprio Estado”, diz o governo na justificativa do projeto.

A reformulação no quadro de servidores extingue 23 cargos efetivos que estão vagos e cria 22 cargos em comissão (CCs). Outros 29 CCs foram redistribuídos. O objetivo é disponibilizar 51 vagas na assessoria para as cinco novas bancadas eleitas em outubro. A partir de fevereiro, com o início da próxima legislatura, o número de partidos com representação na Assembleia passa de 13 para 17. O custo mensal será de R$ 242,5 mil.

Para a próxima terça (18), na última sessão do ano, ficarão os projetos mais polêmicos. Além da manutenção das alíquotas do ICMS e do orçamento para 2019, serão votados o reajuste aos servidores do Tribunal de Justiça, do Ministério Público (MP), do Tribunal de Contas (TCE), da própria Assembleia e da Defensoria Pública, bem como a automaticidade para membros dos poderes.

O que está em jogo

Dia 11

PLC 172, do Executivo – Organiza a Procuradoria-Geral do Estado e disciplina o regime jurídico dos cargos da carreira de procurador

PL 173, do Executivo – Altera a parcela da arrecadação do ICMS pertencente aos municípios

PLC 188, do Executivo – Autoriza o parcelamento do 13º salário dos servidores

PL 169, do Executivo – Reestrutura o quadro de cargos do Detran

PEC 270, da deputada Juliana Brizola (PDT) – Torna obrigatório o ensino de língua espanhola nas escolas públicas

PR 16/18 – Aprova relatório final da Comissão Especial de Cuidados Paliativos

PR 19/19 – Aprova relatório final da Comissão Especial para tratar da regularização do bairro Granja Esperança, em Cachoeirinha

PR 18/18 – Organiza o quadro de pessoal da Assembleia, adequando o efetivo às novas bancadas eleitas

Dia 18

– Manutenção de alíquotas do ICMS

– Orçamento do Estado para 2019

– Reajuste dos servidores de Tribunal de Justiça, Ministério Público, Tribunal de Contas, Assembleia e Defensoria Pública

– Automaticidade dos reajustes aos membros dos poderes (toda vez que subir o salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) o mesmo percentual será repassado para integrantes do Judiciário, MP, TCE e Defensoria, sem necessidade de novo projeto de lei)

 

GaúchaZH

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Segundo a vítima,as agressões já vinham acontecendo há mais dias

Novos cadastros podem ser realizados até as 23h59min pelo site ou aplicativo da Caixa

Proposta de Emenda Constitucional, que já havia passado pelo Senado, foi aprovada em dois turnos e promulgada pelo Congresso Nacional

No Vale do Taquari faz mínima de 7ºC e a máxima não deve passar dos 12ºC