Giro do Vale / Geral / País

Aposta do Rio Grande do Sul divide o prêmio máximo da Lotofácil

Confira as dezenas sorteadas e o resultado da Quina

Foto: Divulgação

Uma aposta de Porto Alegre acertou os 15 números do concurso 1.778 da Lotofácil, sorteado nesta segunda-feira (18). O vencedor dividirá o prêmio com outras 11 apostas, levando para casa o valor de R$ 133.435,51. Confira as dezenas sorteadas: 

LOTOFÁCIL

Resultado do concurso nº 1.778, sorteado em São Paulo (SP):

01 – 03 – 05 – 06 – 08 – 09 – 10 – 11 – 13 – 16 – 18 – 19 – 21 – 23 – 24

Premiação:
15 acertos: 12* apostas ganhadoras, R$ 133.435,51 
14 acertos: 1.419 apostas ganhadoras, R$ 496,00 
13 acertos: 30.710 apostas ganhadoras, R$ 20,00   
12 acertos: 273.704 apostas ganhadoras, R$ 8,00 
11 acertos: 1.163.995 apostas ganhadoras, R$ 4,00 

*Apostas de Salvador (BA)(2), Aparecida de Goiânia (GO), Conselheiro Lafaiete (MG), Fortaleza de Minas (MG), Igarassu (PE), Ibiporã (PR), Rio de Janeiro (RJ), Porto Alegre (RS), Santo André (SP), São Paulo (SP) e Canal Eletrônico 

Estimativa de prêmio para o próximo concurso, em 20/02/2019: R$ 2.000.000,00

QUINA

Resultado do concurso nº 4.905, sorteado em Jundiaí (SP):

23 – 27 – 40 – 58 – 80

Premiação:
Quina – 5 números acertados: não houve acertador
Quadra – 4 números acertados: 102 apostas ganhadoras, R$ 5.906,64 
Terno – 3 números acertados: 6.718 apostas ganhadoras, R$ 134,85   
Duque – 2 números acertados: 182.708 apostas ganhadoras, R$ 2,72   

 Acumulado para o próximo concurso: R$ 6.332.669,35

GaúchaZH

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Com mudança de ponto facultativo, unidades não abrem na sexta-feira

Serão beneficiados 3,6 milhões nascidos em outubro, além do grupo do Bolsa Família, com final 8 do NIS, que recebe a parcela extra de R$ 300

Documento autoriza indústrias a operarem na capacidade máxima em regiões de bandeira laranja; e público de até 100 pessoas em festas e shows em regiões de bandeira amarela

Mercado está afetado pela redução da produção, imposta pela estiagem, maior consumo durante pandemia e crescimento das exportações