Giro do Vale / Destaque / Estado / Geral

Viagem Segura de Navegantes reforça a fiscalização nas rodovias até domingo

Operação que está na sua 99ª edição visa diminuir o número de acidentes nas rodovias do RS

Todos os órgãos parceiros estão mobilizados para a Operação Viagem Segura de Navegantes, que iniciou à 0h desta sexta-feira, dia 1º. A 99ª edição da operação prossegue até a meia-noite do domingo, dia 3, com reforço na fiscalização nas estradas gaúchas e especial atenção para o Litoral Norte.

Além da ação nas rodovias, a Operação Balada Segura está presente nas praias gaúchas para prevenir acidentes provocados pelo consumo de álcool.

Acidentes

Segundo levantamento feito pelo Detran-RS, entre 2007 e 2018, nos 15 feriados ou datas festivas em que houve Operação Viagem Segura, a média apontada é de 6,38 mortes por dia em acidentes de trânsito. No de Navegantes, a média é um pouco mais baixa: 5,72 mortes por dia. Foram 246 vidas perdidas, o que representa dizer que uma pessoa perde a vida a cada 4 horas e 12 minutos nos feriados de 2 de fevereiro dos últimos 12 anos.

No ano passado, foram 30 vítimas durante os quatro dias do feriado, considerando as pessoas que morrem até 30 dias após os acidentes. Avaliando a média geral da acidentalidade no Estado, a análise aponta que 60,4% das vítimas fatais foram oriundas de acidentes que ocorreram nas rodovias, contra 38,7% nas vias municipais. Em dois acidentes (0,9%) não foi especificada a via.

Sobre a Viagem Segura

Com sete anos completados no último feriado de 15 de novembro, a Operação Viagem Segura tem como principais parceiros PRF (Polícia Rodoviária Federal), Brigada Militar e CRBM (Comando Rodoviário da BM), Detran-RS e Polícia Civil. Também colaboram órgãos de trânsito municipais (EPTC na capital), ANTT, DNIT, Cetran-RS, Daer, EGR, Famurs, além de representantes da sociedade civil organizada, como o Lions Club e o Instituto Zero Acidente.

Nas suas 98 edições anteriores, a operação somou mais de 5,5 milhões de veículos fiscalizados e 230,4 mil testes de etilômetro aplicados. Foram registradas mais de 1 milhão de infrações, com mais de 20 mil autuações por embriaguez, incluindo as recusas ao teste do bafômetro. A fiscalização também recolheu 92,9 mil veículos e 25,7 mil carteiras de habilitação irregulares.

Balada Segura 

Conforme os últimos dados das ações de fiscalização Balada Segura no Litoral Norte, mais de 240 motoristas já foram autuados por embriaguez ao volante ou por recusa ao teste do etilômetro nesta temporada de verão. Esse número representa 14% do total de 1.743 abordados nas mais de 20 blitzes nas praias de Xangri-lá, Torres, Tramandaí, Imbé e Capão da Canoa entre os dias 14 de dezembro e 23 de janeiro. Desses, apenas um foi autuado por crime e 204 por recusa ao etilômetro.

No total, foram feitas mais de 820 autuações. Dessas, cerca de 30 foram para motoristas que estavam dirigindo com a CNH suspensa ou cassada, que é uma infração gravíssima e tem como penalidade multa de R$ 880,41, além de medida administrativa de recolhimento do documento de habilitação e retenção do veículo até a apresentação de um condutor habilitado.

O Sul

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Indivíduo atirou contra o próprio pai após achar que fosse um criminoso na propriedade da família, que já havia sido assaltada outras vezes

Representantes dos policiais criticaram o vice-governador Ranolfo Vieira, ao chegar à Praça da Matriz

Calor intenso pode provocar risco de chuva e temporais isolados no Estado

Protesto que ocorre nesta terça-feira deve receber mais de 30 sindicatos