Giro do Vale / Estado / Geral

Estado paga salários de outubro de quem ganha até R$ 1,7 mil em 14 de novembro

Do total de servidores do Executivo, 65% receberão apenas R$ 700 até o final de novembro

Foto: Divulgação

O calendário de pagamento de outubro para os servidores do Executivo veio acompanhado de uma péssima notícia: a situação das finanças do Estado piorou e somente os que ganham até R$ 1,7 mil líquidos receberão o pagamento no dia 14 de novembro. (Veja o calendário completo abaixo)

Na véspera, o governo terminará de quitar a folha de setembro. Até agora, só foram pagos os salários de setembro para quem ganha até R$ 2,5 mil. Os demais, receberam um depósito de R$ 1 mil no dia 16 de outubro e um de R$ 1.050 nesta quinta-feira, dia 31.

Os salários até R$ 1,7 mil representam 35% das matrículas (parte dos servidores, especialmente professores, tem mais de um vínculo com o Estado). Quem recebe acima deste valor terá seu salário quitado em parcelas. O primeiro depósito para 65% dos servidores será no valor de apenas R$ 700 no dia 20 de novembro.

Um novo pagamento está previsto para o dia 10 de dezembro, no valor de R$ 1 mil. Um dia depois, 11 de dezembro, o governo deposita uma nova parcela de R$ 800, quitando a folha para quem recebe líquido até R$ 2.500 (54% dos vínculos).

No dia 12 de dezembro, o Tesouro deposita mais R$ 1.100 e quita os contracheques de outubro de 67% do funcionalismo. A quitação total da folha de outubro está prevista para o dia 13 de dezembro.

— As dificuldades financeiras são grandes e persistentes, por isso, permanecemos trabalhando, incansavelmente, para implementar soluções duradouras para o equilíbrio entre as receitas e as despesas. Estamos desenvolvendo um conjunto de ações, denominado Receita 2030, para a modernização tributária, estamos focados na adesão ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF) e apresentando um conjunto de medidas para uma reforma estrutural do estado, que traga modernização e equilíbrio à gestão financeira do Rio Grande do Sul — disse o secretário da Fazenda, Marco Aurelio Cardoso.

Diante desse quadro, é possível afirmar que o 13º salário será mais uma vez parcelado e os servidores terão de recorrer a empréstimo no Banrisul.

GaúchaZH

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Ele teria sido arrastado por uma correnteza e não foi mais visto

Entre o material apreendido está um pen drive com conteúdo nazista e pornografia infantil

Na sequência da ocorrência, BM fez apreensão de drogas em Fazenda Vilanova

Ninguém acertou as seis dezenas no sorteio da última quarta-feira