Giro do Vale / Bom Retiro do Sul / Geral

Ranking revela maiores empresas de Bom Retiro do Sul

O resultado foi anunciado com base em dados de 2018 da indústria e comércio do município

Seara Alimentos está no topo da lista da arrecadação de Valor Adicionado. (Foto: Juliano Beppler / Arquivo)

A prefeitura de Bom Retiro do Sul, divulgou o ranking com a relação das 20 maiores empresas em atividades no município no ano de 2018, com base no Valor Adicionado Fiscal (VAF). Entre as maiores, predominam as atividades de indústria e comércio. O resultado foi anunciado com base em dados fornecidos pelo contador Silvino Huppes.

A maior empresa em valor adicionado é a Seara Alimentos LTDA (JBS), seguida da empresa Atlas Brasil Calçados e BRSul Palmilhas, ambas do setor da indústria.

O VAF é calculado pela diferença entre as saídas (vendas) e as entradas (compras) de mercadorias e serviços em todas as empresas em atividades no município. Esse é um indicador utilizado pelo Governo do Estado para calcular o índice de participação municipal no repasse de receitas do Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS) e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) aos municípios gaúchos.

20 maiores empresas de 2018 em Valor Adicionado

1° – Seara Alimentos LTDA
2° – Atlas Brasil Calçados LTDA
3° – BRSUL Palmilhas LTDA
4° – LF Química LTDA
5° – Cooperativa Languiru LTDA
6° – Cor da Moda LTDA
7° – Drogaria Bom Retiro LTDA
8° – Sistemilk Ferragens e Equipamentos
9° – Drebes & Cia LTDA
10° – Mercado Cauã LTDA
11° – Coopsul LTDA
12° – Benoit LTDA
13° – Abastecedora de Combustíveis AR LTDA
14° – Adril Calçados LTDA
15° – Lojas Becker
16° – Atelier de Calçados Adrimelo
17° – Mattes e Santos LTDA
18° – Márcio G K C Junior
19° – Marcelo e Antônio Calçados LTDA
20° – Denise Pereira Gomes

AI

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Decisão está publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira

Eleitores que não comprovarem motivo da ausência no período determinado ficam com título irregular e deverão pagar multa

Tempo seco e quente das últimas semanas na região favoreceu aparecimento dos insetos

Material foi apreendido por agentes da Superintendência de Serviços Penitenciários