Giro do Vale / Destaque / Economia

Contas de luz terão bandeira verde em fevereiro, diz Aneel

Com isso, não haverá taxa extra nas tarifas de energia

Foto: Divulgação

As contas de luz terão bandeira verde no mês de fevereiro, anunciou nesta sexta-feira a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Com isso, não haverá taxa extra nas tarifas de energia. Em janeiro, vigorou a bandeira amarela, com cobrança adicional de R$ 1,343 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos.

Em nota, a Aneel informou que houve melhora na previsão de chuvas nas regiões dos principais reservatórios de hidrelétricas do País, o que permitiu a adoção da bandeira verde.

“A expectativa é a de que ocorra recuperação mais intensa do armazenamento ao longo de fevereiro”, diz a nota.

Segundo a Aneel, isso diminui a necessidade de acionamento de termelétricas, que produzem energia mais cara.

No sistema de bandeiras tarifárias, em vigor desde 2015, a cor verde não tem cobrança de taxa extra, indicando condições favoráveis de geração de energia no País. Na bandeira amarela, a taxa extra é de R$ 1,343 a cada 100 kWh consumidos.

Já a bandeira vermelha pode ser acionada em um dos dois níveis cobrados, dependendo da quantidade de termelétricas acionadas. No primeiro nível, o adicional passa a ser de R$ 4,169 a cada 100 kWh. No segundo nível, a cobrança extra será de R$ 6,243 a cada 100 kWh.

As bandeiras tarifárias indicam o custo da energia gerada e possibilitam o uso consciente por parte dos consumidores. Antes do sistema, o custo da energia era repassado às tarifas no reajuste anual de cada empresa, com incidência da taxa básica de juros.

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Havia 250g de maconha, 360g de cocaína e 10,1g de crack

Em jogo fraco tecnicamente, equipes não encontraram alternativas para marcar na partida de ida da terceira fase da pré-Libertadores

A Prefeitura Municipal de Bom Retiro do Sul, juntamente com a Escola de Samba Inhandava, realizam na noite…

Segundo o Comando Rodoviário da Brigada Militar, a colisão ocorreu no km 01 da VRS-868, na localidade de Santinha