Giro do Vale / Política

Celso de Mello abre inquérito sobre falas de Moro contra Bolsonaro

Ministro do STF atendeu pedido de investigação da PGR

Foto: Divulgação

O ministro Celso de Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), decidiu nesta segunda-feira, dia 27, autorizar a abertura de um inquérito para investigar as declarações feitas pelo ex-ministro da Justiça Sérgio Moro contra o presidente Jair Bolsonaro. A decisão de Celso de Mello, decano da Corte, atende ao pedido do procurador-geral da República, Augusto Aras.

Ao pedir demissão do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Moro acusou o presidente de tentar interferir nas investigações da PF (Polícia Federal) ao exonerar o Maurício Valeixo do comando do cargo. “Não é questão do nome, há outros delegados igualmente competentes. O grande problema é que haveria uma violação à promessa que me foi feita, de ter carta branca, não haveria causa e estaria havendo interferência política na PF, o que gera abalo na credibilidade”, afirmou Moro.

A intenção agora é apurar se foram cometidos os crimes de falsidade ideológica, coação no curso do processo, advocacia administrativa, prevaricação, obstrução de Justiça, corrupção passiva privilegiada, denunciação caluniosa e crime contra a honra. Integrantes do MPF (Ministério Público Federal) apontam que, como Aras pediu ao STF a apuração do crime de denunciação caluniosa e contra a honra, o inquérito pode se voltar contra Moro, caso as investigações não confirmem as acusações.

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Dia deve ser agradável e com máximas acima dos 25°C na maioria das regiões

Anúncio foi feito pelo Governo do Estado no final da tarde desta sexta-feira, dia 7, e mudança vale a partir de 0h do sábado, dia 8

Previsão é que vacinação inicie em outubro no pais e eficácia será julgada quando a população tiver desenvolvido imunidade

Apreensão das drogas causa um prejuízo de quase R$ 7 milhões para o crime organizado