Giro do Vale / Destaque / Lajeado / Saúde

Lajeado tem terceira morte confirmada covid-19

Vítima é uma idosa de 84 anos que estava internada no Hospital Bruno Born

Foto: REUTERS / Lindsey Wasson / Divulgação

A Secretaria Estadual da Saúde confirmou no final da tarde desta segunda-feira a terceira morte por covid-19 em Lajeado. Trata-se de uma idosa de 84 anos que estava internada no Hospital Bruno Born desde a quinta-feira, dia 23, e faleceu nesta segunda-feira, dia 27. A paciente tinha doença cardiovascular e diabetes.

Lajeado soma agora três óbitos em função do coronavírus. Os outros dois pacientes são um homem de 37 anos que tinha obesidade mórbida e hipertensão, e uma idosa de 86 anos com histórico de hipertensão, diabetes e problemas cardíacos.

Uma lajeadense de 89 anos faleceu na noite do domingo, dia 26, e um morador de Santa Clara do Sul de 61 anos faleceu na tarde desta segunda-feira, ambos no Hospital Bruno Born. São esperados os resultados dos exames desses pacientes, mas a suspeita é de que as mortes tenham ocorrido em função do covid-19.

Essas são as três únicas mortes confirmadas no Vale do Taquari. Lajeado está em terceiro lugar no número de óbitos no Estado, atrás de Porto Alegre com 14 mortes e Passo Fundo com 11.

Números do Vale

Segundo a atualização da Secretaria Estadual de Saúde, o Vale do Taquari soma 110 pessoas infectadas pelo covid-19, e desse total, 40 pacientes já são considerados recuperados pelos seus respectivos municípios. Lajeado é o terceiro colocado no estado também no número de infectados que chaga a 56 segundo o levantamento mais recente.

Números do Estado

O Rio Grande do Sul fechou o último balanço divulgado com 1.256 pessoas que testaram positivo para o novo coronavírus. Desse número, 730 já são considerados recuperados (58,12%). O RS já contabiliza 45 mortes pela doença.

Giro do Vale

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Encontro entre Eduardo Leite e representantes da Famurs também acena com apoio da Brigada Militar na fiscalização contra aglomerações

Estado recebeu 11 pedidos de reconsideração, mas somente dois foram aceitos

Decisão está publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira

Eleitores que não comprovarem motivo da ausência no período determinado ficam com título irregular e deverão pagar multa