Giro do Vale / Destaque / Geral

Justiça acata pedido do MP e determina fechamento total da Minuano de Lajeado

Empresa estava operando com 50% dos funcionários da produção, e teve punição ampliada

Foto: Divulgação

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul determinou o fechamento total da Companhia Minuano de Alimentos, de Lajeado. A decisão foi tomada no final da tarde desta quarta-feira, dia 13, pelo desembargador Luiz Felipe Silveira Difini, que ampliou a punição da empresa, que já estava trabalhando com 50% dos funcionários da produção, após decisão do juiz Marcelo da Silva Carvalho, da 1ª Vara Cível da Comarca de Lajeado.

A paralização total das atividades deverá ter duração de 15 dias, e a madida passará a valer 48 horas após a empresa ser notificada oficialmente. O não cumprimento da determinação judicial pode gerar multa de R$ 1 milhão ao dia para a Minuano.

A empresa ainda não se pronunciou sobre a decisão do Tribunal de Justiça do Estado.

A empresa BRF, também de Lajeado sofreu punição igual e já está com suas atividades paralisadas desde o domingo, dia 10.

Giro do Vale

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Ao todo, R$ 428,2 serão disponibilizados para beneficiários do programa com final 6 do Número de Identificação Social (NIS)

Máximas devem ficar na casa dos 30°C em boa parte do Estado

Pepê marcou o único gol na vitória do Tricolor, que agora divide com o rival a liderança do grupo E da competição

Com ele foi encontrada quantidade de crack, cocaína, maconha, e dinheiro