Giro do Vale / Geral

Grêmio vence Caxias por 2 a 0 e fica perto do título do Gauchão

Com direito a golaço de Everton, Tricolor abriu vantagem fora de casa e pode perder por até um gol de diferença para ser tricampeão

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

O Grêmio encaminhou a conquista do campeonato gaúcho na noite desta quarta-feira. Jogando fora de casa diante do Caxias, no Estádio Centenário, dominou as ações no primeiro tempo e, quando sofria no segundo, contou com um golaço para assegurar o 2 a 0 e ficar muito perto do 39° Estadual de sua história, o terceiro consecutivo, algo que não acontece desde 1987.

No primeiro tempo, Pepê marcou no início do confronto. Já na etapa final, quando o Caxias era melhor e chegou a ter um gol anulado pelo VAR, Everton, em sua segunda partida com a camisa do Grêmio, achou um chutaço de fora da área para anotar o segundo, que encaminha o título para o Tricolor. 

Com o resultado, o Grêmio pode até perder por um gol de diferença que fica com o título gaúcho. Em caso de vitória por dois gols de diferença por qualquer placar, o jogo vai para os pênaltis, já que não há saldo qualificado. O segundo jogo da final acontece no domingo, às 16h, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. 

Grêmio marca cedo e controla

Para a partida decisiva, o técnico Renato Portaluppi contou com um retorno importante. O lateral Victor Ferraz, recuperado de lesão, voltou ao lado direito Tricolor. Mas também houve baixas: o zagueiro Kannemann, suspenso, deu lugar a David Braz. No comando de ataque, com Diego Souza ainda machucado, o jovem Isaque iniciou a partida mais uma vez.

E o Grêmio começou a construir uma vantagem muito cedo. Logo aos oito minutos, Isaque construiu jogada pela direita. Ele enfiou bola em profundidade para o comando de ataque, onde estava Alisson. A bola passou por ele, mas não por Pepê. O atacante enquadrou o corpo e bateu na saída de Marcelo Pitol, para fazer 1 a 0 para o Tricolor.

Com a vantagem no placar, o Grêmio passou a controlar o jogo. Sem correr riscos, segurou a bola no meio e contou com a boa movimentação de Isaque e a presença ofensiva de Victor Ferraz, de volta ao time e com boa atuação, para ditar o ritmo do início do confronto. 

A primeira boa chance do Caxias só seria criada aos 22 minutos. Ivan recebeu na direita e limpou para o meio. Ele bateu de chapa com a perna esquerda, obrigando o goleiro Vanderlei a ir buscar a bola no ângulo, para espalmar para escanteio e evitar o gol de empate. 

Com boa participação de Victor Ferraz, presente em todas as tramas ofensivas, o trio de ataque funcionou bem. Isaque, Alisson e Pepê se movimentaram e criaram boas chances, contando também com chegadas à frente de Maicon e Jean Pyerre, algo que deu volume ao time na primeira etapa. Apesar da boa presença ofensiva, o placar se manteve em 1 a 0 até o intervalo.

Golaço de Everton define vitória

O segundo tempo demorou a recomeçar. Por conta de uma queda de luz, que provocou o desligamento de duas torres de refletores no Estádio Centenário, a partida teve seu reinício atrasada. Apenas após cerca de 20 minutos, quando boa parte da iluminação estava restabelecida, foi que a bola voltou a rolar. 

Logo aos três minutos, o Tricolor teve mais um prejuízo por lesão muscular. O autor do gol e um dos melhores em campo do Grêmio, Pepê, deixou o campo com dores no posterior da coxa esquerda. Para o seu lugar, o técnico Renato Portaluppi optou por lançar a campo o recém-contratado Everton, que esteve em campo por alguns minutos no empate em 0 a 0 contra o Vasco.

A falta de luz parece ter influenciado na qualidade da partida. Com muito tempo parado na volta do intervalo, a intensidade diminuiu no segundo tempo. As duas equipes passaram a trocar mais passes e agredir menos, especialmente pela ausência de velocidade de parte a parte. Ainda assim, o meio campo do Grêmio continuou superior na comparação ao mesmo setor do adversário, sendo determinante para garantir a manutenção da vantagem. 

Aos 15 minutos da etapa final, o lance mais polêmico da partida. O Caxias chegou a achar o empate em um lance de cobrança de falta pelo lado esquerdo de ataque. Ivan cobrou direto, a bola não desviou em ninguém e enganou Vanderlei, que saiu vendido no lance. Após intervenção, no entanto, o árbitro de vídeo constatou impedimento, alegando que o atacante do Caxias atrapalhou o goleiro do Grêmio na bola levantada na área. 

A melhora do Caxias constratou com a queda de rendimento do Grêmio. Para tentar modificar o cenário, Renato fez duas modificações. Sacou Maicon e Isaque para promover as entradas de Lucas Silva e Thiago Neves. 

E o responsável por dar números finais ao confronto saiu do banco. E com um golaço. Após cobrança de escanteio, a zaga do Caxias afastou para a intermediária no lado esquerdo, na entrada da grande área. Ela se apresentou para Everton, que mandou um chutaço de canhota. A bola morreu no ângulo, sem chances para Marcelo Pitol. O 2 a 0, que não foi modificado mesmo com os 10 minutos de acréscimo, deixou o Grêmio muito perto de mais um título gaúcho. 

Campeonato Gaúcho – Final – 1° jogo

Caxias 0 

Pitol; Ivan, Laercio, Thiago Salles e Bruno Ré; Juliano, Vinicius Baiano, Diogo Oliveira e Carlos Alberto; Juninho Potiguar (Marcelo Campanholo) e Bruninho. Técnico: Rafael Lacerda

Grêmio 2 

Vanderlei; Victor Ferraz, Geromel, David Braz e Cortez; Lucas Silva, Maicon (Lucas Silva), Alisson, Pepê (Everton) e Jean Pyerre; Isaque (Thiago Neves). Técnico: Renato Portaluppi

Gols: Pepê (8/1T) e Everton (33/2T)

Cartões amarelos: David Braz, Matheus Henrique (Grêmio); Carlos Alberto (Caxias)

Árbitro: Jean Pierre Lima 

Local: Estádio Centenário, em Caxias do Sul (RS)

Data e hora: 26/08, às 21h30min

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

São 3,5 milhões nascidos em novembro com direito ao depósito da 1ª à 5ª parcela de R$ 600 e da extra de R$ 300, além do grupo do Bolsa Família

Frente fria empurra massa de ar frio que deve provocar queda na temperatura no Estado

Com mudança de ponto facultativo, unidades não abrem na sexta-feira

Serão beneficiados 3,6 milhões nascidos em outubro, além do grupo do Bolsa Família, com final 8 do NIS, que recebe a parcela extra de R$ 300