Giro do Vale / Esporte / Inter

Inter recebe Santos no Beira-Rio pela segunda rodada do Brasileirão

Técnico Eduardo Coudet deve escalar nesta quinta-feira o que tiver de melhor à disposição

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

O calendário do Brasileirão prevê um caminho “acessível”, na teoria — frise-se, para o Inter começar bem a temporada. Dos quatro primeiros adversários, dois são oriundos da Série B do ano passado (Coritiba e Atlético-GO) e duas viagens diretas e de menos de duas horas (Curitiba e Rio de Janeiro, onde enfrenta o Fluminense no final de semana). 

Além deles, o outro adversário da sequência é o Santos, nesta quinta-feira, dia 13, à noite no Beira-Rio. O time do litoral paulista, ainda que seja uma das maiores grifes do país, não venceu após a paralisação do futebol, demitiu treinador e se vê as voltas com saídas de jogadores e recomeço de trabalho.

Até por isso, Eduardo Coudet deve mandar a campo sempre o que de melhor tiver à disposição, sem preservar atletas. Ao menos coletivamente. Contra o Coritiba, por exemplo, o treinador deixou no banco peças importantes como Thiago Galhardo e Boschilia, que entraram no segundo tempo. Não se descarta que possa repetir isso.

“O clube faz um estudo médico e quem está com mais risco de lesão fica fora. O ideal é ser sincero e se estiver cansado, levanta a mão, e entra um companheiro que está com condições melhores”, disse o treinador em entrevista coletiva.

Esse cenário, contudo, não deve ser visto em muitos jogadores ao mesmo tempo. A tendência é de trocas pontuais, como as vistas na semana passada. Até porque, para alguns analistas, o Inter tem uma boa oportunidade de começar bem no campeonato, criando uma gordura para o momento em que se acumularem partidas do Brasileirão com Libertadores e Copa do Brasil.

Depois do Santos, o Inter enfrenta o Fluminense no Rio de Janeiro no domingo, dia 16. Na quarta-feira seguinte, joga contra o Atlético-GO no Beira-Rio. Também em casa, recebe o Atlético-MG na quinta rodada.

GaúchaZH

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Compra ocorrerá se o imunizante for autorizado pela Anvisa, e não estiver incluído no Plano Nacional de Imunização

Este será o segundo aumento em 26 dias

O pagamento de aproximadamente R$ 248 milhões de auxílio emergencial ocorrerá na quinta-feira, dia 28

Comissão organizadora e Poder Público de Teutônia decidem por novo adiamento do evento de aniversário, em virtude da pandemia