Giro do Vale / Destaque / Saúde

RS tem expectativa de receber 100 mil doses das vacinas vindas da Índia

Prioridade será a vacinação dos profissionais de saúde e de idosos não institucionalizados

Foto: Reuters / Dado Ruvic / Divulgação

Após a confirmação da chegada dos 2 milhões de doses de vacina Oxford/AstraZeneca no Brasil, o governo do Rio Grande do Sul espera receber 100 mil imunizantes do Ministério da Saúde. A carga partirá do Rio de Janeiro para os outros estados. 

De acordo com a secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann, apesar de não ter uma informação oficial de quantas doses o Estado irá receber, ela garantiu a continuidade da vacinação contra a Covid-19. “Assim que tivermos essa informação, poderemos definir em qual grupo prioritário essa vacina será aplicada”, explicou. “A prioridade é complementar a vacinação dos profissionais de saúde e de idosos não institucionalizados”, completou.

Arita ressaltou a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para o uso emergencial no País de mais 4,8 milhões de doses da Coronavac: “Depois da arrancada inicial, temos a perspectiva da continuidade da vacinação. A vacina é uma proteção segura contra o coronavírus.”

Nessa semana, o Rio Grande do Sul recebeu um lote com o total de 341,8 mil unidades da Coronavac. Metade das doses já foram distribuídas às coordenadorias regionais de saúde, que repassaram aos municípios. A outra parte ficou reservada pela Secretaria da Saúde (SES) para envio posterior aos municípios, assegurando quantitativo suficiente para a segunda dose de todos vacinados, com a segunda aplicação a ser feita 28 dias após a primeira

Até esta sexta-feira, dia 22, 44,2 mil pessoas já haviam sido vacinadas no território gaúcho.

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

O espaço da sala de recuperação do bloco cirúrgico passa a funcionar como uma UTI Intermediária Covid 19

Ele assina contrato até dezembro de 2022

Lote deve chegar ao Aeroporto Salgado Filho no período da manhã

Hospital São José apresenta lotação dos 10 leitos disponíveis para UTI Covid