Giro do Vale / Destaque / Saúde

RS recebe novo lote de vacinas nesta quarta-feira

Remessa é de imunizantes Oxford/ AstraZeneca

Foto: Gustavo Mansur / Palácio Piratini/Divulgação

A Secretaria Estadual da Saúde (SES) confirmou, na manhã desta quarta-feira, dia 24, a chegada de um novo lote de vacinas contra a covid-19 ao Estado, desta vez de Oxford/AstraZeneca. A previsão é de que as 135 mil doses do imunizante cheguem por volta das 11h30min ao aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre.

Essa é a segunda remessa do imunizante desenvolvido pela Universidade de Oxford e pelo laboratório AstraZeneca, que tem parceria no Brasil com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que chega ao Estado. A primeira, de 116 mil doses, foi em 24 de janeiro.

Além desse imunizante, o Rio Grande do Sul já recebeu três lotes de CoronaVac, vacina desenvolvida pela Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. O primeiro lote, com 341,8 mil, chegou em 18 de janeiro, quando se deu início à campanha de vacinação.  No dia 1º de fevereiro, mais 53,4 mil doses desembarcaram no Estado. A última remessa de CoronaVac recebida foi no dia 7 deste mês, quando chegaram 193,2 mil doses.

Em entrevista ao programa Estúdio Gaúcha na noite de terça-feira (23), a secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann, afirmou que os imunizantes que o Estado deve receber nos próximos dias, entre Oxford e CoronaVac, devem ser usados para garantir a segunda dose de quem precisa e, se possível, para ampliar a imunização de idosos para a faixa a partir dos 80 anos. 

Conforme informações repassadas pelo Ministério da Saúde, as 135 mil doses de Oxford serão destinadas para a primeira dose dos grupos prioritários. Outras 84,2 mil CoronaVac, que devem chegar nos próximos dias, serão para primeira e segunda doses.

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Ele era fundador e diretor do jornal O Informativo do Vale

Área precisou ser isolada junto a RS-118 em Viamão na manhã desta segunda-feira, deixando o trânsito interrompido

Previsão faz parte de um total de 18,4 milhões de doses da Oxford/AstraZeneca previsto para até o dia 1º de maio

Os homens que atiraram a droga para o interior da casa prisional não foram localizados

error: Content is protected !!