Giro do Vale / Esporte / Grêmio / Inter

Gre-Nal termina empatado, e Grêmio é Tetracampeão gaúcho

Ferreira e Dourado marcaram os gols da partida que terminou com o 40º título estadual da história do Tricolor

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

O Grêmio é Tetracampeão gaúcho! O Tricolor empatou com o Inter, em 1 a 1, na tarde deste domingo, na Arena, e conquistou o 40° título estadual na história, após vencer o primeiro jogo da decisão por 2 a 1 no Beira-Rio. No placar agregado, a equipe de Tiago Nunes terminou com a vantagem de 3 a 2. Ferreira e Dourado marcaram os gols do clássico que terminou com a conquista gremista do Campeonato Gaúcho de 2021. 

Primeiro título de Tiago Nunes no Grêmio

O treinador foi anunciado no dia 21 de abril e três dias depois comandou o Grêmio na vitória por 3 a 2 contra Ypiranga, um dos destaques do Gauchão deste ano. Desde então, são oito jogos e sete vitórias e um empate, mas, mais do que isso, o Tricolor voltou a ter bom rendimento. A reorganização da equipe e os números impressionantes neste mês e dois dias culminaram no primeiro título de Tiago Nunes no comando do time gremista.

Na quinta-feira, o Grêmio vai a Colômbia para enfrentar o La Equidad, pela última rodada do grupo H da Copa Sul-Americana. Se vencer, termina a fase de grupos com 100% de aproveitamento. No domingo, o Tricolor estreia no Brasileirão contra o Ceará, às 16h, no Castelão.

Na quarta-feira, o derrotado Inter volta a focar em vitória na Libertadores, pois, às 19h, pega os bolivianos do Always Ready, no Beira-Rio. Se empatar, garante a vaga para as oitavas. A estreia no Brasileirão ocorre no domingo, às 20h30min, no estádio colorado, contra o Sport.

Após confusão e expulsões, Ferreira abre o placar

Com Cuesta com um problema no joelho e Maurício com uma pancada no tornozelo, o Inter iniciou o jogo com Zé Gabriel e Yuri Alberto. Apesar da necessidade da vitória, o Colorado iniciou a partida trocando passes defensivos para chamar o Grêmio e ganhar espaço no campo ofensivo. Já os donos da casa passaram a marcar a saída de bola do adversário para tentar roubar e criar oportunidades.

Depois de um tempo das duas equipes disputando muito de intermediária a intermediária, mas sem criar chances claras, o Grêmio chegou. Aos 15 minutos, Ferreira cobrou escanteio da esquerda de ataque, Diego Souza cabeceou para o chão e a bola ficou para Geromel. O capitão gremista bateu de primeira e a bola saiu à direita de Lomba.

Após o lance, o Inter começou a pressionar a saída de bola do Grêmio e passou levar perigo à meta gremista. Aos 29, Edenilson roubou a bola de Maicon no campo defensivo e passou para Yuri Alberto. O atacante rapidamente passou para Palacios, na meia lua, dar um toque para o lado e chutar rasteiro próximo ao poste direto de Brenno.

O esquema que tinha Palacios no ataque, atuando pelo meio do campo, obrigou a Thiago Santos a ter maiores cuidados defensivos. Com isso, o Tricolor perdeu o poder de criação e passou a ter dificuldades para chegar a área do Inter. Aos 38, Rafinha e Yuri Alberto discutiram, bateram peito com peito e, imediatamente, Vuaden puxou o cartão vermelho e expulsou os dois jogadores. Após muita confusão na saída dos dois de campo, Tiago Nunes retirou Maicon e colocou Vanderson.

Aos 46, Moisés cruzou da esquerda, Brenno acompanhou a bola que tinha a direção de Thiago Galhardo e deu um soco para fora da área. No rebote, Rodinei bateu de fora da área rasteiro e o goleiro tocou com a ponta do dedo, empurrando a bola pela linha de fundo. No minuto seguinte, Matheus Henrique avançou pela esquerda e bateu, a bola acertou o travessão de Lomba e foi pela linha de fundo.

O Grêmio abriu o placar aos 51 minutos em um rápido contra-ataque. Matheus Henrique roubou a bola no campo defensivo e passou para Diego Souza. O centroavante avançou pela meia e passou para Ferreira dentro da área, o atacante se livrou da marcação e chutou rasteiro. A bola saiu fraca, quicando, mas foi parar dentro da meta colorada.

Dourado empata, mas o título fica com o Grêmio

Precisando de três gols para conquistar o título no tempo normal, o Inter passou a atuar no campo ofensivo, enquanto o Grêmio passou a marcar no campo defensivo para ter espaços para contra-atacar. Porém, o Tricolor marcava com qualidade e impedia as investidas do Colorado. Além disso, levava perigo com a velocidade de Ferreira.

Aos 12, Ramírez tirou Edenílson e colocou Guerrero. Dois minutos depois, Thiago Santos roubou a bola do peruano. Em um rápido contra-ataque, o volante passou para Ferreira, que tentou o passe para Diego Souza, mas a bola bateu na defesa. No lance seguinte, Matheus Henrique foi à linha de fundo e tentou o passe, Lomba deu um toque na bola que saiu pela linha de fundo.

Aos 20, Pepê entrou na vaga de Léo Pereira para, talvez, fazer o último jogo antes de se apresentar ao Porto, de Portugal. Dois minutos depois, Moisés cobrou falta pela esquerda de ataque, a bola atravessou toda a área e Dourado cabeceou para o chão, tirando Brenno da jogada, e empatando o Gre-Nal em 1 a 1. 

Com o empate, aos 25, Ramírez tirou Moisés e Rodinei e colocou Praxedes e Caio Vidal. Quatro minutos depois, Guerrero aproveitou um rebote de uma cobrança de falta e chutou sobre a meta gremista. Aos 30, entraram Cortez, Ricardinho e Lucas Silva para as saídas de Diogo Barbosa, Diego Souza e Matheus Henrique.

O Inter seguiu na pressão e, na sequência, Palacios chutou de fora da área e Brenno saltou e empurrou a bola para aliviar o perigo. O Grêmio seguia vivendo de contra-ataques, sempre em velocidade e em mais um deles quase o segundo gol. Aos 37, Vanderson foi lançado em profundidade e, dentro da área, marcado por Caio Vidal, bateu, mas a bola explodiu no travessão de Lomba. 

A partir dos 40 minutos, o Grêmio tomou o controle do jogo, o suficiente para segurar o 1 a 1. Com ataques perigosos, conseguiu manter o Inter preso no sistema defensivo e sem forças para reagir. Aos 40, Ferreira invadiu a área sem marcação e bateu, Lomba fez grande defesa e impediu o segundo do Grêmio. Seis minutos depois, Lucas Ribeiro evitou o chute do atacante que poderia recolocar o Tricolor na frente do placar.

Parecia que o Tricolor era quem precisava do segundo gol para conseguir o título e seguiu martelando o adversário para garantir de vez a taça. No lance seguinte, Pepê passou a bola pelo meio das pernas de dois jogadores e passou para Ricardinho, que, sem goleiro, chutou para fora.

Após a última grande chance do Grêmio e do jogo, o Gre-Nal não poderia terminar de forma tranquila. Ao ganhar uma dividida na linha lateral, Ferreira vibrou como se fosse um gol, em frente ao reservado do Inter. Os colorados reagiram e o zagueiro Pedro Henrique, na reserva, empurrou o atacante gremista. O defensor acabou expulso. 

Melhor para o Grêmio, que foi eficiente em todos os aspectos no Gre-Nal. Conquistou o tetracampeonato gaúcho com um simples empate em 1 a 1, mas poderia ter feito isso com uma vitória não fossem os gols perdidos, principalmente na segunda etapa. Fim de papo na Arena. O domínio gremista prevaleceu na casa gremista e foi estendido, mais uma vez, ao Rio Grande do Sul. 

Campeonato Gaúcho – 2ª partida da final

Grêmio (1)
Brenno; Rafinha, Geromel, Ruan e Diogo Barbosa (Cortez); Thiago Santos, Matheus Henrique (Lucas Silva) e Maicon (Vanderson); Léo Pereira (Pepê), Ferreira e Diego Souza (Ricardinho). Técnico: Tiago Nunes.

Inter (1)
Marcelo Lomba; Rodinei (Caio Vidal), Lucas Ribeiro, Zé Gabriel e Moisés (Praxedes); Rodrigo Dourado, Edenílson (Guerrero) e Nonato (Léo Borges); Yuri Alberto, Thiago Galhardo e Palacios (Lucas Ramos). Técnico: Miguel Ángel Ramírez.

Gols: Ferreira (51min/1ºT) e Rodrigo Dourado (21min/2ºT)
Cartões amarelos: Tiago Nunes, Diogo Barbosa e Thiago Santos (G) e Edenílson, Rodrigo Dourado, Rodinei e Lucas Ribeiro (I)
Cartões vermelhos: Rafinha (G), Yuri Alberto (I) e Pedro Henrique (I);

Árbitro: Leandro Vuaden
Auxiliares: Rafael da Silva Alves e Maurício Coelho Silva Penna
Árbitro do VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Gaúchos devem ter muitos dias frios e ao menos dois episódios de chuva na segunda quinzena deste mês

Aumento dos valores cobrados pelo sistema da bandeira tarifária vai confirmado pelo diretor-geral da Aneel, André Pepitone

Decisão deve abrir caminho para a liberação de ao menos mais duas parcelas do benefício assistencial

Temperaturas começam a diminuir por conta de ar polar