Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Grêmio perde para o Bahia e fica próximo de seu terceiro rebaixamento na história

Tricolor voltou a jogar mal e acabou derrotado por 3 a 1 em Salvador, em confronto direto contra o rebaixamento

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

O Grêmio está em uma situação muito delicada, praticamente irreversível, na briga para permanecer na Série A. A situação ficou ainda pior na noite desta sexta-feira, ao perder o confronto direto por 3 a 1 para o Bahia, na Arena Fonte Nova, em jogo válido pela 36ª rodada do Brasileirão. Com o resultado, a equipe segue afundada na 18ª posição, com apenas 36 pontos, 4 a menos que o rival, com apenas 3 partidas a disputar.

No primeiro tempo, aos 12, Matheus Bahia abriu o placar. Seis minutos depois, em uma falha bizarra do sistema defensivo e do goleiro Gabriel Grando, Rai anotou o segundo. Daniel marcou na etapa final e fechou o placar. O de honra do Grêmio foi marcado por Thiago Santos.

O Grêmio volta a campo na próxima quinta-feira, quando enfrenta o São Paulo, às 20h. A partida, na Arena, é válida pela 35ª rodada do Brasileirão.

Bahia abre o placar cedo

Conforme prometido, o técnico Vagner Mancini promoveu alterações em todos os setores. Vanderson retornou à lateral direita e Kannemann para a zaga ao lado de Geromel. Com a suspensão de Lucas Silva, o time teve três volantes, com a volta de Villasanti, acompanhado de Bobsin e Thiago Santos. Na frente, sem Jonatha Robert, Alisson voltou ao time. Já na função de centroavante, Borja foi o escolhido.

Em casa e com o apoio do torcedor, foi o Bahia quem começou tomando as ações do jogo. Mais organizado, não demorou para abrir o placar, aos 12 minutos. Rodriguinho começou a jogada, lançando nas costas de Vanderson, que mais uma vez sofreu na marcação. Ela se apresentou para Matheus Bahia, que chutou vencendo Gabriel Grando, que falhou no lance, abrindo o placar para os donos da casa.

Perdido em campo e com o psicológico destruído, não demorou muito para o Grêmio sofrer o segundo. Precisamente seis minutos, em uma falha bizarra, de novo pelo lado direito do sistema defensivo. Após bola lançada, Geromel tentou o recuo para Gabriel. A bola ficou curta, o goleiro furou e Raí se antecipou entrar com bola e tudo, fazendo 2 a 0.

Já em um prejuízo enorme, Mancini optou por mexer ainda no primeiro tempo. Sacou o volante Victor Bobsin, que estava perdido no setor e sem conseguir encaixar a marcação, por Campaz. O meia era dúvida e chegou a apresentar sintomas gripais. No entanto, na necessidade de dar algo diferente ao meio campo, foi o escolhido pelo treinador para colocar o time à frente.

O desequilíbrio emocional do Grêmio ficou evidente em um lance aparentemente despretensioso. Vanderson, na pressa de cobrar um lateral rápido, arremessou a bola no rosto do marcador do Bahia. Pelo lance, levou amarelo. A única boa jogada do Grêmio foi aos 41, em uma trama entre Borja e Alisson. A finalização do meia foi defendida por Danilo Fernandes, que espalmou para escanteio e manteve o 2 a 0 para os donos da casa ao intervalo.

Bahia encaminha vitória na etapa final

Ainda tentando mudar o cenário complicado que se estabeleceu, Mancini fez mais duas trocas no intervalo. Sacou o amarelado Vanderson para a entrada de Rafinha, mexendo na defesa. Também tirou Alisson para colocar em campo Douglas Costa. O jogador vem de lesão e não reúne condições para começar a partida, podendo atuar apenas 45 minutos.

As trocas deram resultado aos 16 minutos. Depois de uma sequência de dois escanteios, Danilo Fernandes saiu e socou pelo alto, e ela sobrou para Rafinha na entrada da área. O lateral bateu de primeira e contou com desvio de Thiago Santos para enganar o goleiro e marcar o gol de desconto do Grêmio.

Para tentar o empate, Mancini seguiu fazendo trocas. E chegou a abrir mão de um zagueiro para colocar mais jogadores de frente. Sacou o amarelado Kannemann para a entrada do centroavante Diego Souza, e promoveu a entrada do meia Jean Pyerre no lugar do volante Villasanti.

Mas o time do Grêmio seguiu sem produzir. Bagunçado e desesperado, apenas deu espaços para o Bahia. E ele foi aproveitado por Daniel, apos 40 do segundo tempo. Recebeu em velocidade e, livre na direita, bateu sem chances para Gabriel, para fechar o placar em 3 a 1 e definir mais uma derrota do Grêmio, agora em situação praticamente irreversível para ficar na Série A em 2022.

Campeonato Brasileiro – 36ª rodada

Bahia 3

Danilo Fernandes; Nino Paraíba, Conti, Gustavo Henrique e Matheus Bahia; Lucas Mugni, Patrick (Edson), Rodriguinho (Daniel), Raí (Raniele) e Rossi (Ronaldo Cesar); Gilberto (Rodallega). Técnico: Guto Ferreira

Grêmio 1

Gabriel Grando; Vanderson (Rafinha), Geromel, Kannemann (Diego Souza) e Cortez; Thiago Santos, Victor Bobsin (Campaz), Villasanti (Jean Pyerre), Alisson (Douglas Costa) e Ferreira; Borja. Técnico: Vagner Mancini

Gols: Matheus Bahia (12/1T), Raí (18/1T); Thiago Santos (16/2T), Daniel (40/2T)

Cartões amarelos: Rodriguinho, Nino Paraíba e Lucas Mugni (Bahia); Vanderson, Cortez e Kannemann (Grêmio) 

Arbitragem: Bruno Arleu de Araújo (RJ)

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Data e hora: 26/11, às 19h

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Da tarde para a noite, pancadas de chuvas isoladas poderão atingir a maioria das regiões

Acidente ocorreu no início da madrugada deste sábado, dia 22, na altura do Km 271 da rodovia

Anvisa autorizou ontem uso de imunizante para a faixa etária