Giro do Vale / Esporte / Inter

Inter é superado por 3 a 1 pelo Ypiranga no Gauchão

Colorado sofreu um apagão no segundo tempo e quase foi goleado se não fosse a boa atuação do goleiro Daniel

Foto Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

Em um dos melhores jogos do Gauchão até o momento, o Ypiranga fez valer o fator casa, não se intimidou, e venceu o Inter pelo placar de 3 a 1, neste sábado, no Colosso da Lagoa. Esse foi o primeiro revés da era Medina. Os gols da partida foram marcados por Lorran e Erick – duas vezes –, do lado do Ypiranga. Bruno Méndez descontou para o Colorado.

Depois de duas rodadas longe do Beira-Rio, o Inter retorna a Porto Alegre para encarar o Novo Hamburgo, às 21h30min, na quarta-feira. O Ypiranga viaja até Caxias do Sul, onde enfrenta o Juventude, às 21h30min, no Alfredo Jaconi, na quinta-feira.

Para Medina, o Gauchão é o momento de testes. Na escalação em Erechim, diversas surpresas. Com Liziero ao lado de Rodrigo Dourado, Edenílson foi para a extrema direita – posição que o levou à Seleção. David foi o homem de referência no lugar de Wesley Moraes e Caio Vidal assumiu a ponta esquerda.

Primeiro tempo intenso 

Dentro de campo, a partida foi intensa do início ao fim na primeira etapa. Tanto Ypiranga quanto Inter buscaram a todo o momento as ações ofensivas no Colosso da Lagoa. Na primeira chance da equipe da casa, Moisés errou a saída de bola e Luiz Felipe bateu, obrigando Daniel a fazer boa defesa. No rebote, Erick tenta, o arqueiro brilha de novo.

A resposta colorada veio aos 8 minutos. Caio Vidal recebeu dentro da área, deu um tapa para esquerda para se livrar de Marcão, que acertou o jogador. O pênalti poderia abrir o placar, mas Edson defendeu a cobrança de Edenílson. Com as duas equipes no ataque, o gol não tardou a aparecer. Erick aproveitou a vantagem e tocou para Rodrigo Carioca, que chutou em cima de Daniel. A bola voltou nos pés de Lorran, que olhou, endireitou o corpo e bateu colocado, na gaveta. Um bonito gol para abrir o placar aos 24 minutos. 1 a 0.

Dentro do esquema de Medina, dois jogadores não se apresentaram bem na primeira etapa. Com Caio Vidal e Moisés comprometendo, Boschilia e David eram sobrecarregados com as bolas alçadas na área, quase todas tiradas por Marcão, que levava vantagem na altura. Se por cima não era possível, o gol de empate do Inter veio por baixo, logo quando a partida se encaminhava para o final. Heitor cruzou rasteiro após receber de Victor Cuesta e, aos 46 minutos, Bruno Méndez mandou para a rede. 1 a 1 na primeira etapa. 

Inter irreconhecível na segunda etapa

Um apagão geral caiu sobre o Inter na etapa complementar. Em duas falhas, o Ypiranga ampliou o placar.  Às costas de Heitor, Erick recebeu o passe de Robson. O camisa sete bateu cruzado, sem chances para Daniel. 2 a 1 logo aos cinco minutos. 

O terceiro da equipe de Erechim veio exatos 60 segundos depois. Cuesta errou a saída de bola, dando oportunidade para Lucas Falcão tocar para Erick, que chutou, Daniel defendeu, mas no rebote, o autor do segundo tento deixou o terceiro: 3 a 1.

O carnaval pelo setor defensivo direito do Inter seguiu. Após mais um lançamento nas costas de Heitor, Erick saiu novamente na cara de Daniel, que foi obrigado a operar mais um milagre.Em dia nada inspirado, o lateral colorado é substituído e sai vaiado de campo.

Um lapso de reação veio aos 33. Em cobrança de escanteio, Dourado subiu mais que a zaga. A bola caiu nos pés de David, que só completou para dentro do gol. Antes da comemoração, a jogada já estava paralisada por impedimento.

No restante da etapa complementar, o técnico Luizinho Vieira tratou de fechar a equipe. Nomes como Lorran, Luiz Felipe e o destaque Erick deixaram o campo. Coube ao Inter manter a pressão, quase que no desespero, para evitar a derrota. As partidas passam e Daniel mostra o porquê da titularidade. Sem o goleiro colorado, o estrago poderia ter sido maior na reta final. O Colorado volta de Erechim sem os três pontos e amarga um jejum de 30 anos sem vencer o Ypiranga em seus domínios.

Com a derrota, o Inter caiu para a terceira posição com sete pontos. O Ypiranga é líder com nove.

Campeonato Gaúcho – 4ª rodada 

Ypiranga 3

Edson; Gedeílson, Carlos Alexandre, Marcão (Windson) e Lorran (Guilherme Amorim);  Diego Porfirio, Erick (Guilherme Belea), Falcão, Rodrigo Carioca (Jefferson), Luiz Felipe (Robson) e Matheus Santos. Técnico: Luizinho Vieira 

Inter 1

Daniel; Heitor (Wesley Moraes), Bruno Mendez, Cuesta e Moisés (Paulo Victor); Dourado, Liziero (Mercado), Edenilson, Boschilia (D’Alessandro); Caio Vidal (Maurício), David. Técnico: Alexander Medina 

Gols: Lorran (23min/1T) e Erick (5min/2T – 6min/2T) (Ypiranga) e Bruno Méndez (46min/1T) (Inter)

Cartões amarelos: Carlos Alexandre, Diego, Gedeílson, Guilherme Belea (Yipiranga)  Moisés e  Wesley Moraes (Inter).

Arbitragem: Wagner Silveira 

Local: Colosso da Lagoa, em Erechim (RS)

Data e hora: 05/02, às 16h30min

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Declaração ocorre após pressão feita por correligionários para que ex-governador desista de disputar cargo neste ano

Campo de futebol sete do Parque Pôr do Sol passa a levar o seu nome

Acidente ocorreu no km 34 da rodovia, na localidade de Linha Cordilheira

Três carros se envolveram na colisão que vitimou um jovem de 18 anos