Giro do Vale / Esporte / Inter

Inter vence Aimoré, em jogo com protestos da torcida

Com triunfo por 1 a 0, Colorado subiu para a terceira colocação dentro da zona de classificação às semifinais do Gauchão

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

Em “turbulência” após a eliminação na Copa do Brasil, o Inter venceu o Aimoré por 1 a 0 e amenizou a crise interna e a pressão sobre o técnico Alexander Medina na noite chuvosa deste domingo, no estádio Beira-Rio, pela décima rodada do Gauchão 2022. 

Com a vitória, o Colorado subiu para a terceira colocação, com 15 pontos, e voltou a vencer depois de três jogos na temporada. Na quarta-feira, a equipe de Medina encara o Grêmio, vice-líder, em jogo atrasado da nona rodada, às 21h. Do lado do Índio Capilé, a situação é delicada. A derrota deixa o time na nona colocação, com onze pontos, ainda ameaçado pelo Z-2.

Sob fortes vaias e protestos, especialmente no começo, o Inter teve uma atuação segura, sem sofrer sustos, para triunfar por 1 a 0 com gol do atacante David, aos 35 minutos da primeira etapa. 

Protestos e gol

A primeira etapa no Beira-Rio não foi de grandes emoções. Com um torcedor desapontado pela eliminação na Copa do Brasil, os jogadores do Inter conviveram com vaias e protestos desde o primeiro minuto. Especialmente quando o time recuava a bola na defesa para trabalhar os lances, o som da arquibancada ganhava força. 

Dentro do gramado, o time de Alexander Medina, jogando com David de centroavante, tinha a posse de bola e todo controle da partida. No entanto, faltava inspiração e criatividade. No “abafa”, o Colorado fez o goleiro Volpi trabalhar em duas oportunidades. O zagueiro Kaique Rocha desviou escanteio e o arqueiro espalmou aos 19. Aos 22, o meia Mauricio teve boa iniciativa pela direita e chutou cruzado para outra defesa de Volpi. 

Recuado e “fechadinho”, o Índio Capilé evitava dar espaços. No vacilo do goleiro Volpi, quase o Inter abriu o placar. O Colorado adiantou a linha de marcação, o goleiro entregou a bola no pé de Mauricio, que soltou a bomba e ele foi buscar. Essa mudança de postura rendeu frutos. Aos 32 minutos, em outro lance de pressão, a bola chegou até o atacante David, que finalizou da entrada da área com desvio e marcou seu primeiro gol com a camisa do Inter. 

Apesar da desvantagem, o Aimoré não se lançou ao ataque em busca do empate. Pelo contrário, o time permaneceu aguardando as ações do Inter. Aos 40 minutos, o volante Liziero, outra novidade na escalação, entregou a bola nos pés do atacante Vinicius Baiano, que chutou em cima da Kaique Rocha a chance de igualar o marcador ainda na primeira etapa. 

Vitória administrada

Na volta do intervalo, o Aimoré assustou em dois minutos mais do que em toda a primeira etapa. Logo no lance inaugural, Sassá avançou para dentro da área e bateu cruzado, sendo travado por Kaique Rocha. No escanteio, Marcelinho cobrou, Arilson desviou e o goleiro Daniel fez linda defesa salvando o Inter aos 2 minutos. 

A vantagem no marcador deu maior tranqulidade ao Inter e aos jogadores. O clima na arquibancada também arrefeceu e, especialmente no ataque, o time de Medina trocou passes com confiança. Aos 25, Medina colocou Wesley Moares, Johnny e Moisés, nas vagas de Taison, Edenilson e Paulo Victor. De boa atuação, o meia Mauricio seguia criando as melhores chances. Aos 27, ele passou pela marcação e finalizou cruzado de dentro da área. Volpi espalmou. 

A maior posse de bola adversária e a entrada do lateral Moisés fizeram com que as vaias retomassem um forte tom no Beira-Rio. O camisa 20 foi bastante criticado a cada toque na bola. Aos 35 minutos, D’Alessandro e Boschillia foram ao campo nos lugares de Mauricio e Liziero. O ritmo da partida foi diminuindo com o avançar do relógio e o campo pesado. Ciente da importância dos três pontos, o Inter administrou o resultado até o final. 

Campeonato Gaúcho – 10ª rodada

Inter 1 

Daniel; Bustos, Kaique Rocha, Cuesta, Paulo Victor (Moisés); Gabriel, Liziero (Boschillia); Edenilson (Johnny), Mauricio (D’Alessandro) e Taison (Wesley); David. Técnico: Alexander Medina

Aimoré 0 

Fabián Volpi; Anilson, Natã, Lucão e Raphael Soares; Wellington Reis (Carlos Alberto) (Paulinho Dias), Wagner (Adriano) e Mardley (Leandro Cordova); Marcelinho, Vinícius Baiano e Sassá (Luis Soares). Técnico: Rafael Lacerda

Gols: David (32min/1T°)
Cartões amarelos: Mauricio (Inter)
Arbitragem: Anderson Daronco
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data e hora: 06/03, às 18h15min

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Declaração ocorre após pressão feita por correligionários para que ex-governador desista de disputar cargo neste ano

Campo de futebol sete do Parque Pôr do Sol passa a levar o seu nome

Acidente ocorreu no km 34 da rodovia, na localidade de Linha Cordilheira

Três carros se envolveram na colisão que vitimou um jovem de 18 anos