Giro do Vale / Educação / Estado

Governo do Estado pagará adicional para professores que ganham abaixo do piso

Das 156 mil matrículas de educadores no ensino público estadual, 76,5 mil recebem o básico abaixo do piso hoje

Foto: Divulgação

O governo do Estado confirmou nesta terça-feira, dia 15, que vai atualizar e reajustar em 4,17% o valor do completivo que paga aos professores — é o mesmo percentual previsto para o Piso Nacional do Magistério, que totalizará, a partir deste mês, R$ 2.557,74.  

Em vigor desde abril de 2012, o chamado completivo foi implementado por meio de acordo judicial e vem sendo utilizado para complementar a renumeração dos professores que não recebem o mínimo fixado pelo Ministério da Educação. Até o ano passado, o valor do piso era R$ 2.455,35. O impacto para os cofres públicos será de R$ 64 milhões. Ao todo, o governo gasta R$ 330 milhões a título de completivo.  

76.564 matrículas serão atingidas pela medida, o que representa quase a metade de uma categoria que soma 156 mil vínculos (entre professores ativos, inativos e temporários). No ano passado, eram 56.487 profissionais que recebiam o valor de complemento.

Desde sua implantação, ainda em 2009, o Piso do Magistério soma uma correção de 169,24% até 2019. Neste mesmo período, os principais indicadores oficias da inflação, como o IPCA, acumularam em média 76,2%.

Caso o novo valor fosse adotado para todos os professores com base no atual Plano de Carreira do Magistério Estadual, o impacto anual seria de R$ 5,98 bilhões em 2019.

GaúchaZH

Comentários

  1. Gabrieli disse:

    Sera que o governador eduardo leite vai chamar emergencial do estado para as escolas que tão precisando

  2. Carmen Engster disse:

    E quanto aos professores q com muito esforço e dedicaçāo alcançaram os níveis 5 e 6 e q estão a 8 anos sem reajuste, como ficaremos? Será q professor gaúcho precisa ser nivelado por baixo? O professor gaúcho q se qualifica e investe em si mesmo ñ merece ser recompensado? Qual professor ainda fará curso superior ou se qualificará se ñ for recompensado? É assim q querem educaçāo de qualidade?

  3. Carmen Engster disse:

    Nosso governador ñ é diferente dos outros. Educação de qualidade ñ interessa. Veem a educação como algo q ñ merece investimento. É desta maneira q cada x mais o RS se afundará. Qual professor terá disposição para se qualificar profissionalmente? Óbvio q ñ é bons e motivados professores q o Estado do RS deseja?

Publicidade

Últimas Notícias

Choque envolveu um caminhão com placas de Estrela e automóvel Gol, de Venâncio Aires

Sol deve aparecer gradualmente em todas as regiões a partir da tarde

No Vale do Taquari houve queda de granizo em pelo menos 10 cidades, mas sem grandes danos

Trata-se de uma vítima do sexo masculino e corpo estava em avançado estado de decomposição